01/09/2022

O que causa o formigamento nos pés durante a corrida?

Não é extremamente comum isso acontecer, mas também não podemos dizer que é raro sentir um formigamento no pé durante o treino de corrida. Em treinos longos, isso pode acontecer porque seu pé fica muito tempo na mesma posição (horizontal), isso atrapalha que o sangue circule de forma correta pelos seus pés. Nesse caso, há só uma “solução”:

Correr menos – e ninguém quer isso.

Como para muitos isso não é uma opção, existe outra prática bem utilizada. Não elimina o problema, porém pode te ajudar a continuar o treino mesmo quando o formigamento está atrapalhando demais:

Experimente parar o treino por algum tempo, sente-se no chão, tire o tênis e comece a mexer os dedos, isso vai estimular seu sangue a voltar a circular e o formigamento desaparecerá – pelo menos por um tempo.

 

Mas, se você sente que seus pés começam a formigar mesmo em treinos leves (leves de verdade!), o problema pode ser outro:

Você está apertando algum nervo durante o treino sem saber.

Nesses casos, é possível resolver o problema tomando cuidado com o calçado utilizado. Dependendo da região de onde o formigamento acontece, há ações fáceis para resolver.

 

Cadarços elásticossão ótimos para aliviar a pressão na parte superior do péDormência na parte superior do pé

Mais comum em pessoas com o arco do pé elevado, o formigamento na parte superior do pé geralmente acontece por conta de cadarços muito apertados. Isso acontece porque esse cadarço muito apertado pode chegar a pressionar o nervo na parte da frente do tornozelo.

Para diminuir a ocorrência desse tipo de formigamento, basta afrouxar um pouco o cadarço do tênis ou utilizar os famosos cadarços elásticos. O ideal é que você consiga tirar o tênis sem usar as mãos, porém, obviamente, não podem ficar frouxos a ponto de saírem durante a corrida.

Nesse sentido, os cadarços elásticos são ideais porque eles envolvem o peito do pé de forma ideal.

 

Dormência nos dedos

No caso de dormência em dois dedos (geralmente no ponto de encontro entre o terceiro e quarto dedo) o problema pode ser resultado do alto impacto do pé com a superfície dura da rua ou da calçada.

Outra causa comum é o tênis muito estreito na parte da frente do pé. Para saber qual tênis fica no tamanho correto para o seu pé, prefira comprar o tênis na parte da tarde do dia, isso porque o pé incha durante o dia e incha ainda mais durante a corrida.

Há quem diga que o certo é pegar um tênis com um tamanho maior que o usual. Porém não é regra, achar o tênis ideal é uma missão muito pessoal e que necessita de muito teste.

 

A dormência no tornozelo pode ser a compressão do túnel de tarsoDormência no tornozelo

Essa dormência pode ser no pé inteiro ou apenas na metade da planta do seu pé, isso acontece porque na parte interior do tornozelo, que é conhecido como “túnel do tarso”, acaba sendo comprimido por algum motivo.

No túnel você encontra uma artéria, uma veia, três tendões e um nervo tibial. Caso o tornozelo for apertado demais você acaba sentindo a síndrome do túnel do tarso, que é bem parecida com o túnel de carpo, que ocorre no punho.

Novamente mostra como é importante achar o tênis certo para sua corrida!

 

Uma última recomendação...

É importante lembrar que o formigamento nos pés pode ser o resultado de alguma coisa mais grave, como diabetes, hipotireoidismo, aterosclerose e até mesmo hérnia de disco. Tome cuidado com o auto diagnóstico a partir de textos online.

Caso você esteja sentindo dormência com alguma frequência, recomendamos que você corra – mas para o médico.

As chances de ser apenas um tênis muito apertado são grandes, mas é sempre bom dar uma conferida, para descartar qualquer problema mais sério!